Notícias

Planejamento Estratégico 2021: Como tomar decisões diante de cenários instáveis?

Todos os dias, na vida pessoal ou no mundo corporativo, precisamos tomar diversas decisões, das mais simples às mais complexas.

Nas empresas, muitas decisões podem impactar também a saúde e o futuro do negócio, sejam elas para resolver problemas ou para aproveitar oportunidades.

É importante que o processo decisório esteja bem alinhado ao planejamento estratégico da empresa, permitindo escolhas mais embasadas e seguras a curto, médio e longo prazo, além de garantir a competitividade do negócio.

Afinal, as mudanças são um fator constante no mundo corporativo, podendo vir de questões econômicas, comportamentais, ambientais, políticas, culturais.... Por isso, as empresas precisam estar atentas a seu macro ambiente e aos possíveis cenários trazidos por ele.

Esse olhar adiante é fundamental no mundo corporativo, pois permite um maior tempo de preparação e planejamento, o que, frente a situações de crise, pode se tornar um grande diferencial competitivo.

Com as mudanças impostas pela pandemia causada pelo novo coronavírus, por exemplo, quantas empresas precisaram rapidamente se adaptar e mudar, inclusive, modelos de negócio? Cenários de incerteza e instabilidade são bastante desafiadores, principalmente para micro ou pequena empresa (MPEs).

A análise de cenários é uma importante aliada para identificar “futuros possíveis”, permitindo que, através do planejamento estratégico, as empresas possam se preparar.

 

Separamos algumas dicas para te ajudar no processo de tomada de decisões diante de cenários instáveis:

Conte com o apoio de dados

Intuição e experiência são grandes aliados na tomada de decisões. Mas no meio corporativo precisamos contar com uma base de dados confiável para dar suporte, principalmente frente a cenários instáveis, que exigem ainda mais cautela por parte do gestor.

Cuidado com a velocidade

Cenários instáveis ou de crise, muitas vezes, requerem respostas rápidas (e assertivas). É preciso ter muita cautela para garantir a velocidade da tomada de decisões, mas sem agir de forma precipitada, que muitas vezes pode acabar causando danos e pedindo soluções remediadoras.

Estude os movimentos ao seu redor

Estar atento aos movimentos do mercado e fazer pesquisas com outras empresas (benchmarking) podem ajudar a desenvolver novas estratégias e abrir espaço para a inovação. Outra alternativa interessante pode ser buscar ajuda externa, com profissionais do mercado que entendam bem seu segmento através de consultorias, ou mesmo de forma interna, através da criação de times multidisciplinares com colaboradores de áreas distintas.

Monitore os resultados de suas decisões

O problema não acaba após a tomada da decisão. É preciso estar atento para avaliar a eficácia das soluções definidas e, caso seja necessário, mudar algum ponto da estratégia para garantir mais efetividade e prevenir impactos indesejados.

Alguns passos podem ser seguidos para ajudar a tomar decisões de forma mais segura:

Percepção do problema ou oportunidade;

Análise e definição;

Definição de objetivos e metas a serem seguidos;

Busca de alternativas de solução ou cursos de ação;

Avaliação e comparação das alternativas;

Implementação da alternativa escolhida.